Receba novidades - cadastre seu E-MAIL

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Projeto - "Mandalas"

Projeto: “Mandalas”  


       Mandala é a palavra sânscrita que significa círculo, uma representação geométrica da dinâmica relação entre o homem e o cosmo. De fato, toda mandala é a exposição plástica e visual do retorno à unidade pela delimitação de um espaço sagrado e atualização de um tempo divino.

          Nas sociedades primitivas, o ciclo cósmico, que tinha a imagem de uma trajetória circular (circunferência), era identificado como o ano. O simbolismo da santidade e eternidade do templo aparece claramente na estrutura mandálica dos santuários de todas as épocas e civilizações. A mandala representa para o homem o seu abrigo interior onde se permite um reencontro com Deus.


          A mandala pode ser utilizada na decoração de ambientes, na arquitetura, ou como instrumento para o desenvolvimento pessoal e espiritual. Acredita-se que a mandala pode restabelecer a saúde interior e exterior e que ela pode ser usada para a cura emocional, que refletirá positivamente em nosso estado físico, deixando os seres humanos com mais saúde e vigor.

          Na arte podemos ver as mandalas retratadas de várias formas, nas abóbadas das grandes catedrais européias, nos vitrais de Chartres, nas auréolas dos santos, em pratos e porcelanas chinesas e gregas, na arte indígena e rupestre. Atualmente muitos artistas pintam e desenham lindas mandalas decorativas para comporem ambientes, o objetivo é somente decorativo, não espiritual.


                 Também a astrologia utiliza a forma mandálica para diagramar o zodíaco. O diagrama astrológico contém doze setores de 30 graus cada um, onde estão colocados os signos do zodíaco e que correspondem às doze constelações de estrelas fixas, as quais conservam até hoje o mesmo nome que na Antigüidade: Áries, Touro, Gêmeos, Câncer, Leão, Virgem, Libra, Escorpião, Sagitário, Capricórnio, Aquário, e terminando a Mandala Astrológica por Peixes.


                     Um exemplo bem típico brasileiro de mandala, a partir da arquitetura, é a planta superior da Catedral de Brasília.

 Catedral de Brasília – Forma mandálica

Atividades: - Confeccionar mandalas utilizando diferentes bases e os mais diferentes materiais.

Objetivos:
- Proporcionar às crianças o conhecimento das mandalas desde a pré história (utilização espiritual) até os nossos dias (utilização espiritual ou decorativa).
- Trabalhar com simetria, linhas, formas, cores e texturas sobre bases circulares.

I – Mandala com Textura Criativa e Crystal Cola



Material: Textura Criativa ouro, Crystal Cola prata, Tinta Acrílica fosca preta (Acrilex),  base circular de isopor, cartolina, lápis, pincel, tesoura e espátula.

Modo de fazer – Mandala 01:
a)  Pinte a base circular de isopor com a Tinta Acrílica fosca.
b)  Corte um círculo de cartolina do tamanho da base de isopor.
c)  Dobre a cartolina ao meio, novamente ao meio e mais uma vez ao meio.
d)  Risque nas laterais formas circulares ou retas e recorte.
e) Ao abrir você terá uma “toalha vazada”. Coloque-a sobre a base de isopor pintada.
f) Espalhe com a espátula a Textura Criativa ouro preenchendo todas as formas vazadas.
g) Retire a cartolina. Espere secar.
h) Decore com a Crystal Cola prata. Cole lantejoulas, pérolas ou contas sobre o trabalho.

Modo de fazer – Mandala 02:
a) Recorte um círculo de papelão do tamanho da base circular de isopor da Mandala 01.
b)    Corte um círculo de papelão, de cor diferente, maior que o primeiro (+ ou -  1,5 cm.
c)  Cole o menor sobre o maior.
d)  Cole a cartolina que você utilizou para fazer a Mandala 01, toda “pintada” com a Textura Criativa ouro, sobre os círculos de papelão.
e)  Com Crystal Cola prata decore sua mandala. 


II –  Mandala – CD com Crystal cola



Material: CD, Crystal Cola (Acrilex), papel, tesoura e lápis.

Modo de fazer:
a)   Risque no papel ou na cartolina um círculo do tamanho do CD. Recorte.
b)   Faça desenhos simétricos para formar a mandala.
c)   Transfira com lápis para o CD.
d)  Com Crystal Cola vá preenchendo as formas, os círculos até que a mandala esteja pronta.
e)   Se quiser, complete com pérolas, lantejoulas, vidrilhos, etc.


III – Mandala em prato prateado


Material: prato plástico prateado e Crystal Cola (Acrilex).

Modo de fazer:
a)    Recorte um círculo em papel do mesmo tamanho do prato.
b)    Faça um esboço de uma mandala. Pinte.
c)    Com Crystal Cola faça a mandala sobre o prato plástico prateado.


IV – Mandalas com lápis de cor ou guache





As mandalas acima, fizeram parte de um projeto onde se uniu matemática (geometria) e arte (cor). Foi desenvolvido pela prof. Maíra Leandra Alves. em 2006, na cidade de Viamão, região metropolitana de Porto Alegre no RS, na escola EMEF Apolinário Alves dos Santos, com alunos de 10 a 13 anos, os quais construíram seus próprios conceitos e definições matemáticas a partir das formas geométricas que utilizaram.

Neste trabalho procurei abordar uma Geometria menos pragmática, pois percebi que quando os alunos compreendem o que estão fazendo, o conhecimento parece ser mais saboroso, trazendo-lhes mais confiança e, consequentemente, mais ousadia no desenvolvimento das atividades. O resultado desse trabalho deu origem a um livro e a um panô montado com as mandalas criadas por eles.” – Prof. Maíra Leandra Alves.

Conteúdos trabalhados:
- História das mandalas desde seu surgimento na Pré-história até os nossos dia.
- Matemática: linhas, formas, ângulos e simetria.
- Desenho, cores, linhas, formas, proporção, composição e texturas.

Técnicas trabalhadas:
- Impressão, Pintura e Recorte e colagem – Textura Criativa sobre papelão – Ativ. 01
- Desenho com texturas sobre CD – Crystal Cola – Ativ. 02.
- Pintura e desenho com texturas sobre prato de festa – Ativ. 03
- Desenho e pintura sobre papel com lápis de cor ou guache + composição – Ativ. 04

Encaminhamento do trabalho:
- Pergunte aos seus alunos se eles conhecem ou já viram uma mandala.
- Fale sobre as mandalas da Pré-história, das abóbadas das igrejas, do mistério que envolve o assunto.
- Peça que pesquisem os diferentes tipos de mandalas que existem.
- Relembre as linhas, as formas geométricas e simetria. Proponha que as crianças construam suas próprias mandalas com diferentes materiais.
- Instigue os alunos a construírem mandalas com sementes, grãos, pedacinhos de espelho, etc.
- Exponha as mandalas para toda a escola. 
Observação: Projeto publicado no site da Acrilex - www.acrilex.com.br - link "Educadores" - Edição nº 10.

Ivete Raffa
Arte educadora e pedagoga


Nenhum comentário:

Postar um comentário