Receba novidades - cadastre seu E-MAIL

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Projetos - "Expressões fisionômicas"

Projeto: “Expressões fisionômicas”

"Monalisa" - Leonardo da Vinci - 1503

Todos nós sabemos que nosso corpo diz muito mais do que as palavras são capazes de dizer.  O que muitos não sabem é que além de comunicar algo ao mundo externo, nossas expressões faciais podem causar mudanças internas ao nosso corpo.

É comum dizer que quando acontece algo legal nós ficamos felizes e, estando felizes nós sorrimos. Quando acontece algo triste nós também deixamos transparecer através do nosso rosto. As nossas emoções são transmitidas pelo nosso rosto o tempo todo.

As pessoas que sorriem bastante, possuem um humor melhor e conseguem se relacionar com mais facilidade com os outros e com as situações que aparecem à sua frente. Atitudes como essas desencadeiam sentimentos de felicidade.

Se você prestar atenção, vai perceber que o modo como inclinamos as sobrancelhas, arregalamos os olhos, torcemos o nariz ou abrimos a boca pode mostrar se estamos alegres, tristes, com medo, surpresos e muitos outros sentimentos.

"O grito" - Edvard Munch - 1893

Desde que nascemos é assim, as expressões faciais dão pistas sobre o nosso humor. Quando experimentamos um sabor novo, podemos fazer diferentes caretas. Um sorriso amarelo, meio forçado, por exemplo, pode ser sinal de raiva. Já quem ri de boca fechada indica timidez.

Os estudiosos acreditam que os primeiros humanos usavam essa comunicação facial, sem palavras, antes de desenvolverem a fala. E até hoje repetimos tais expressões, além de inventar outras.


Atividade: A partir da observação de pessoas, desenhar as expressões fisionômicas e, com elas, criar quadrinhos.

Objetivos:
a) Trabalhar as expressões faciais, as emoções, a observação, a atenção.
b) Propor às crianças que criem diálogos entre os personagens confeccionados com diferentes expressões fisionômicas sobre EVA, papel, caixinhas e outros.
c) Trabalhar com diferentes materiais expressivos.
   
Material: EVA, cola para EVA e isopor, Marcador Permanente preto, Tinta Dimensional, Lápis Aquarelável e tesoura (produtos Acrilex).

Modo de fazer:
a)    Faça em cartolina uma forma onde irá representar um rosto (círculo, quadrado, bandeira, flor, etc).
b)    Risque essa forma em EVA. Recorte os cabelos também em EVA (utilize cores diferentes da cor da base (rosto).
c)    Passe pouca cola de EVA nos cabelos e cole-os sobre a forma.
d)    Passe lápis aquarelável nas laterais das formas (bandeirinhas) e nos cabelos.
e)    Com Marcador permanente preto ou Tinta Dimensional preta desenhe o rosto com a expressão que você observou no rosto de um colega (tristeza, alegria, euforia, sono, etc).
f)     Se quiser, cole um palito de sorvete ou churrasco na parte de trás. Utilize como fantoche.
g)    Com os rostinhos prontos crie quadrinhos com falas.

Algumas expressões fisionômicas:







Dicas importantes
a) Passe pouca cola em uma das partes do EVA e, depois de três minutos, junte as duas partes. Assim, fica mais fácil para colar.
b) Molhe a ponta do lápis aquarelável e passe sobre o EVA ou umedeça o EVA com o pincel e faça a pintura no EVA.
c) Peça ao seu amigo que faça uma expressão no rosto. Olhe-o por algum tempo. Faça os traços no papel e só depois de achar que os traços estão realmente mostrando a expressão retratada é que você fará no EVA com o marcador permanente.

Conteúdos trabalhados:
- Expressões fisionômicas
- Desenvolvimento da imaginação e da escrita.
- Desenho, cores, linhas, formas, proporção, textura, sobreposição.

Técnicas trabalhadas:
- Desenho, recorte e colagem.
- Pintura com lápis aquarelável.

Encaminhamento do trabalho:
I - Início – Fale com seus alunos sobre sentimentos e as maneiras que mostramos o que estamos sentindo.
- Fale sobre as expressões do nosso rosto.
- Peça aos alunos que se expressem com: alegria, tristeza, medo, susto, indignação, etc.
- Fale sobre a importância do sorriso para o nosso bom humor.
II – Confecção dos personagens com bandeirinhas
- Peça às crianças que se dividam em duplas. Um fará a expressão e o outro desenhará. Depois promova a troca.
- Diga as crianças para desenharem uma base que poderá ser um círculo, um quadrado, um triângulo, uma bandeirinha, uma flor, etc.
- Desenhar a expresso na base, colar os cabelos e pintar.
- Façam diferentes expressões.

III – Montagem das falas.
- Peça que criem uma fala para o personagem. Se quiser junte dois personagens para fazer um quadrinho. Cole sobre a cartolina e escreva a fala dentro do balãozinho.

Observação 01: A partir desse estudo, desenhos e confecção de personagens, as crianças estarão prontas para o próximo Projeto “Histórias em Quadrinhos”.

Observação 02: Para ter mais ideias conheça os livros “Ideias e Técnicas para reler Obras de Arte” e “Aprendendo com Contos e Fábulas” de minha autoria.

Observação 03: Postagem realizada no site da Acrilex - www.acrilex.com.br - link "Educadores", Edição 07.

Ivete Raffa
Arte educadora e pedagoga
Cursos de capacitação e livros para professores
iveteraffa@uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário